Para você saber mais um pouco sobre essa safra fantástica, trouxemos uma noticia do site da Isto é Dinheiro:

Depois de uma safra excepcional em 2018, uma nova boa notícia alegrou os vitivinicultores do País. Naquele ano, o efeito La Niña impactou positivamente nas condições climáticas das regiões e contribuiu para proporcionar maior maturação das uvas. Agora, mesmo sem essa influência, o clima foi excelente. E os produtores tiveram a inesperada (e grata) surpresa de colher frutos ainda melhores este ano. Segundo o presidente da Associação Brasileira de Enologia (ABE), Daniel Salvador, 2020 pode ser considerada a safra das safras sob todos os aspectos. “Quem não conseguiu atingir um patamar elevado esse ano deve rever seus conceitos, porque todos os vinhos têm condições para serem maravilhosos”, afirmou.

“Quem não conseguiu atingir um patamar elevado esse ano deve rever seus conceitos, porque todos os vinhos têm condições para serem maravilhosos.”

Encerrada a safra na região Sul do País, as atenções se voltam agora para a colheita de inverno. Ela é realizada sobretudo na Serra da Mantiqueira, por meio da técnica chamada de poda invertida. A técnica permite postergar a vindima para os meses de junho a agosto, quando chove pouco e há maior variação de temperatura entre o dia e a noite. Isso estimula a maturação fenólica dos cachos, resultando em uvas com maior concentração de açúcares e polifenóis – que dão estrutura ao vinho.

Já na reta final para a colheita deste ano, as expectativas dos produtores na divisa entre São Paulo e sul de Minas são as mais promissoras. “O florescimento e as primeiras bagas estão bem sadias”, diz o produtor Marcio Verrone. Há 20 anos ele iniciou um projeto para obter vinhos finos em Itobi, na região de São José do Rio Pardo. “Como nós atrasamos a poda para sair do período de muita chuva, só devemos iniciar a colheita no meio de julho, e vamos estendê-la até o final de agosto”, afirma.

Foto: Vinhedo da Casa Verrone em Itobi (SP): uvas de qualidade na Serra da Mantiqueira

Fonte: https://www.istoedinheiro.com.br/safra-2020-historica-tambem-no-sudeste

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.